Benfica

João Mário

No início da época, quando substituiu o João Mário

No início da época, quando substituiu o João Mário, não era o pior, agora não é o melhor. Tem de manter o nível e concentração para estar ao nível que tem estado ultimamente. Eu lancei-o, como podia ter sido outro treinador a lançar. Era muito claro que ele era um grande talento. Tem muito a melhorar e a trabalhar”, asseverou o técnico do Sporting.

Àmargem da antevisão ao duelo contra o Estoril-Praia, para a 23.ª jornada da I Liga, Rúben Amorim, em conferência de imprensa, também abordou os elogios tecidos por Pep Guardiola a Matheus Nunes no final da partida entre os leões e os citizens para a Liga dos Campeões.

“Vejo com agrado. Outros treinadores a reconhecerem a capacidade do Matheus, acho que ele pode ser muito melhor. Tem de ficar contente com os elogios mas não ligar muito. O futebol é o dia da dia, no dia a seguir tem de provar o jogador que ele é. Lembrar o que foi o início do ano, perdemos um jogador, o João Mário, que jogou na posição dele todo o ano e houve muita gente que não concordou com a aposta mais séria, que já era séria mas ficou mais, no Matheus Nunes. Ele aproveitou.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo