Benfica

Rodiney Sampaio “Benfiquistas invejosos”

«A crítica é uma doença dos aziados, dos invejosos e dos cobardes»

Presidente da SAD do Portimonense reage a observações das águias e recorda resultados ante o Nacional e o Belenenses SAD.

O presidente da SAD do Portimonense, Rodiney Sampaio, considera que os resultados inesperados “acontecem no futebol” e dá como exemplo “a derrota do Brasil, em casa, por 7-1, no Campeonato do Mundo, frente à Alemanha, e a derrota do FC Porto no Dragão, por 5-1, diante do Liverpool, para a Liga dos Campeões, enquanto nós ganhámos no terreno do todo poderoso Benfica, que nos veio criticar, quando já bateu o Nacional por 10-0 (em 2019) e o Belenenses SAD, por 7-0.”

“A caravana passa e os cães ladram”, diz o dirigente dos algarvios, em declarações ao jornal RECORD, adiantando: “Vivemos no futebol há alguns anos e sabemos que a crítica é uma doença dos aziados, dos invejosos e dos cobardes. O futebol é isso e tem os seus dias de surpresa, inveja e azia.”

No Dragão, “não acho que tenha havido gestão alguma mas sim promoção e oportunidades para jogadores jovens e de grande futuro num jogo mediático que poderia transportá-los para outra dimensão se empatássemos ou ganhássemos, sabendo sempre que as críticas continuariam, pois sempre somos criticados, seja por racismo ou clubismo”.

Os jogadores utilizados diante do FC Porto e a equipa técnica “têm todo nosso apoio. Quando ganhámos, ganhámos todos, e quando perdemos, perdemos todos. Os críticos que liguem para nossa secretária, a Dona Preocupação, pode ser que ela tenha tempo para os atender, pois nós não temos ouvidos e tempo para isso. Temos, sim, muito trabalho todos os dias, seguindo o nosso caminho e os nossos objetivos, firmes e fortes”, conclui o dirigente dos algarvios.

FONTE: RECORD

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo