Sporting

Pote a caminho do SC Braga

'Pote de golos' a abrir brilhou diante de uma das 'vítimas' preferidas

Internacional português tem estado de pé quente desde o início da pré-temporada e deixa antever uma temporada com muitos remates certeiros.

O empate (3-3) deste domingo no duelo entre o Sporting de Braga e o Sporting, na Pedreira, deixou, desde já, o clube de Alvalade atrasado na corrida pelo título de campeão nacional, mas mostrou que há um jogador de mira afinada para a longa temporada que se avizinha.

À semelhança do que tem vindo a acontecer desde o arranque da nova época, Pedro Gonçalves foi um dos homens golo de Rúben Amorim na Pedreira, mostrando que reapareceu neste verão como o ‘pote de golos’ que nos presenteou com inúmeros remates certeiros na época 2020/21.

O internacional português abriu a contagem no duelo com os minhotos e repetiu o que tinha feito precisamente no arranque de 2021/22. Na altura, e diante do Vizela, o médio tinha marcado o primeiro golo do Sporting no campeonato – terminou a partida no Estádio de Alvalade ainda com uma assistência para golo.

Sporting de Braga é uma das vítimas preferidas

O remate certeiro de Pedro Gonçalves em Braga foi o 39.º do português de leão ao peito desde que chegou a Alvalade, no verão de 2020, e confirmou que o camisola 28 tem no clube minhoto uma das vítimas preferidas em Portugal.

Foram já cinco os golos de Pote que o Sporting de Braga encaixou nas últimas três épocas (um em 2022/23, três em 2021/22 e um em 2020/21), registo que deixa os arsenalistas ao mesmo nível que o Marítimo, que também já sofreu cinco golos marcados pelo internacional português dos leões. Santa Clara, Benfica, Vizela e Rio Ave não estão longe do topo desta lista e cada um destes clubes viu Pote marcar-lhe três golos.

 

Três golos sofridos pela terceira vez na era Amorim

Mas como um jogo de futebol não é feito de apenas de golos marcados, os três remates encaixados por António Adán no duelo diante do Sporting de Braga colocam o jogo num patamar que Rúben Amorim provavelmente não queria.

Desde que o antigo jogador assumiu o comando técnico dos verde e brancos, o Sporting sofreu três ou mais golos em apenas três encontros, no qual se insere o que deu início à temporada 2022/23 de minhotos e leões.

Benfica e Santa Clara foram as outras equipas que já fizeram os verde e brancos encaixar muitos golos. No que diz respeito ao dérbi com as águias, o clube de Alvalade sofreu por quatro vezes no jogo da 33.ª jornada da I Liga, num duelo em que Lucas Veríssimo, Pizzi e Seferovic festejaram, este último por duas ocasiões. Pote, por duas vezes, e Nuno Santos marcaram ao rival.

Por seu turno, o emblema açoriano impôs uma surpreendente derrota aos leões no início deste ano. A 7 de janeiro, o Santa Clara venceu por 3-2 na receção ao Sporting graças a remates certeiros de Jean Patric, Lincoln e Ricardinho. Sarabia e Palhinha festejaram pelos leões.

 

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo