Benfica

Pedro Guerra Fez revelações graves sobre Rui Costa e Luís Filipe Vieira

Rui Costa ‘fugiu’ de Luís Filipe Vieira na Assembleia Geral. Saiba a RAZÃO

Contrariando alguma expectativa, Rui Costa, na Assembleia Geral de quarta-feira (na qual estiveram 749 associados e foi aprovado o orçamento do clube para a nova época, com 74,52% de votos favoráveis), não respondeu às críticas de Luís Filipe Vieira, anterior presidente do Benfica, que, no início da semana, em duas entrevistas consecutivas, expôs casos de balneário e, entre vários outros assuntos, falou do que considera erros do diretor desportivo (Rui Pedro Braz) dos encarnados, falta de liderança de Rui Costa, com quem ficou magoado.

O atual presidente das águias parece, porém, insistir numa estratégia de silêncio sobre este tema, não se desviando do objetivo de preparar a nova temporada. Nesse sentido, Rui Costa também não deu resposta ao pedido que alguns sócios fizeram (na AG) para que a Direção desse início a um processo para analisar eventual exclusão de sócio para Filipe Vieira; nem tão pouco deu seguimento à intervenção de João Noronha Lopes, antigo candidato a presidente e opositor forte do vieirismo, que pediu a Rui Costa que se demarcasse de Vieira de forma mais afirmativa.

No final da AG, em resposta a um sócio que questionou o papel do comentador Pedro Guerra, Rui Costa disse que «quem não quer bem ao Benfica tem de sair», naquele que foi a único comentário do líder fora do contexto para o projeto que tem em marcha.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo