FC Porto

Casemiro e a chamada que o fez aceitar o FC Porto

Médio brasileiro jogou pelos dragões depois de ter sido convencido por Julen Lopetegui.

Casemiro recorda com um sorriso a passagem pelo FC Porto, equipa que representou durante a temporada 2014/15 por empréstimo do Real Madrid. Na altura, o médio brasileiro estava com os caminhos tapados na equipa de Carlo Ancelotti e tinha alguns convites em cima da mesa. O FC Porto até nem era a opção mais desejada, mas uma conversa com Julen Lopetegui, o então treinador dos dragões, alterou o desfecho desta história.

“Não jogava muito com Ancelotti. Havia jogadores mais fortes. Xabi Alonso, um dos professores a jogar na minha posição, Khedira e Di María, que na altura jogava por dentro. Era normal e estava em fase de aprendizagem. Não sabia para onde devia ir. Tinha o Sevilla, que me agradava e que tinha o Unai Emery. Havia o Inter e seria sempre emprestado porque o Florentino dizia que eu ia jogar no Real Madrid. Estava também o FC Porto, mas sinceramente até nem estava nos meus planos. Podia escolher. Só queria jogar. Então o Lopetegui ligou-me e estivemos 15 minutos a falar sobre o estilo de jogo. Em três minutos pensei: ‘Tenho de trabalhar com ele’. E o lado bom é que não me enganei. O que ele fez pelo meu crescimento pessoal e profissional é de loucos. Até hoje agradeço-lhe”, recordou Casemiro, em entrevista à revista Panenka, prosseguindo.

“Trocamos mensagens, não só por aquilo que está a fazer no Sevilla, que é incrível, mas porque me ajudou. Só posso dizer maravilhas dele. Infelizmente não conseguiu ter sucesso no Real Madrid. No futebol o que conta são os resultados. Mas é um grande treinador”, rematou o internacional brasileiro.

Recorde-se que Casemiro acumulou um total de 41 jogos e quatro golos ao serviço do FC Porto. Na época seguinte afirmou-se, de forma definitiva, no Real Madrid.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo