Sporting

Marcus Edwards

'arma secreta' no coldre de Rúben Amorim para o dérbi

Extremo contratado ao Vitória SC em janeiro tem três golos e duas assistências vindo do banco de suplentes e poderá ser a surpresa do Sporting para o encontro do próximo domingo, com o Benfica.
Sporting e Benfica medem forças já no próximo domingo, no Estádio de Alvalade, um duelo decisivo para os leões na luta pelo título de campeão nacional e contra um adversário que pouco ou nada tem a ganhar na edição deste ano do campeonato português.

Em jogos de dificuldade elevada, como o é o dérbi lisboeta do próximo domingo, os técnicos tentam sempre surpreender o adversário com alterações táticas que o opositor não está à espera e até mesmo com a titularidade de alguns jogadores que não costumam ter esse mesmo estatuto. E é neste capítulo que se insere o inglês Marcus Edwards.

Contratado pelos campeões nacionais ao Vitória SC no passado mês de janeiro, o ex-Tottenham não é titular absoluto nos eleitos de Rúben Amorim, mas goza de um estatuto que os seus companheiros de equipa não têm. É que o jovem, de 23 anos, tem sido uma aposta ganha a partir do banco de suplentes.

Três golos marcados a partir do banco

Segundo dados disponibilizados pelo portal especializado Transfermarkt, podemos chegar à conclusão de que Marcus Edwards é o substituto mais influente do campeonato português, ele que, até ao momento, conta com nove golos marcados e três assistências em todas as competições.

Em 16 jogos realizados já esta temporada na I Liga, entre Vitória SC e Sporting, o inglês saiu do banco de suplentes em nove ocasiões, contando nesse período com três golos e duas assistências. E foi mesmo diante da antiga equipa que o extremo marcou o último golo, quando foi lançado no decorrer de um jogo por Rúben Amorim, há duas jornadas.

Depois de ter sido titular na deslocação dos leões a Tondela, na última jornada do campeonato português, o internacional pelas camadas jovens de Inglaterra poderá voltar ao banco de suplentes no dérbi contra o Benfica para dar lugar à tripla formada por Pedro Gonçalves, Paulinho e Sarabia… ou Rúben Amorim pode optar por surpreender o adversário e colocá-lo em campo no doming

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo