Notícias

José Mourinho deixa As Roma

José Mourinho estreia-se com triunfo ao serviço da Roma na Série A

A Roma anunciou nesta terça-feira que José Mourinho, ex-treinador do Tottenham Hotspur, será seu próximo técnico a partir da temporada 2021-22 com um contrato de três anos.

A decisão veio depois de o clube italiano comunicar que Paulo Fonseca deixará o cargo no final da campanha atual.

“Estamos empolgados e encantados de dar as boas-vindas da família da AS Roma a José Mourinho”, disseram o presidente do clube, Dan Friedkin, e o vice-presidente, Ryan Friedkin.

“Um grande campeão que conquistou troféus em todos os níveis, José proporcionará uma liderança e uma experiência tremendas ao nosso projeto ambicioso.”

Mourinho, que já treinou Porto, Chelsea, Inter de Milão, Real Madrid e Manchester United, foi demitido pelo Tottenham em abril depois de 17 meses no comando do time londrino.

“Depois de reuniões com os proprietários e Tiago Pinto, entendi imediatamente o alcance total de suas ambições para a AS Roma”, disse Mourinho.

“É a mesma ambição e determinação que sempre me motivaram, e juntos queremos construir um projeto vencedor ao longo dos próximos anos”, afirmou.

“A paixão incrível dos torcedores da Roma me convenceu a aceitar o trabalho, e mal posso esperar para começar a próxima temporada.”

O treinador português José Mourinho estreou-se hoje com um triunfo pela Roma na liga italiana de futebol, ao vencer em casa a Fiorentina, por 3-1, em jogo da primeira jornada.

O treinador português José Mourinho estreou-se hoje com um triunfo pela Roma na liga italiana de futebol, ao vencer em casa a Fiorentina, por 3-1, em jogo da primeira jornada.

A jogar com mais um jogador desde os 17 minutos, depois de o guarda-redes polaco Bartlomiej Dragowski ser expulso, a Roma, com Rui Patrício no ‘onze’, adiantou-se no marcador pelo arménio Henrikh Mkhitaryan, aos 26 minutos, num golo valido pelo videoárbitro.

Roma terá Mourinho como técnico a partir da próxima temporada

Nicolo Zaniolo foi expulso, aos 52 minutos, e, em igualdade numérica, a Fiorentina chegou ao empate, pelo sérvio Nikola Milenkovic, aos 60.

Tal como no primeiro golo, foi o videoárbitro a validar o segundo tento romano, marcado pelo francês Jordan Veretout, aos 64 minutos, a passe do inglês Tammy Abraham, último reforço da equipa.

O gaulês, antigo jogador da Fiorentina, bisou aos 79 minutos e praticamente sentenciou a partida.

A jogar com menos um desde os 23 minutos, após a expulsão do nigeriano Victor Osimhen, o Nápoles, com Mário Rui na equipa, conseguiu vencer o Venezia, por 2-0, com golos do italiano Lorenzo Insigne (62 minutos), de grande penalidade, e do macedónio Elif Elmas (73).

Com duas partidas ainda por disputar na primeira jornada, Roma e Nápoles juntam-se ao grupo de sete equipas que venceram, entre as quais está o campeão Inter de Milão.

Ainda só se registou um empate na primeira jornada, entre a Juventus e a Udinese (2-2), numa partida em que o português Cristiano Ronaldo começou no banco e ainda marcou nos descontos, mas viu o golo ser invalidado pelo VAR.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo