Notícias

Fernando Santos em mãus lençóis no Qatar

Fernando Santos e a agressividade do Uruguai: «Entraram a tentar assustar-nos. Não havia necessidade...»

Selecionador nacional abordou a forte entrada dos uruguaios no encontro que terminou com um triunfo português por 2-0

As declarações de Fernando Santos à Sport TV+ após o triunfo sobre o Uruguai (2-0) na 2.ª jornada da fase de grupos do Mundial’2022, resultado que apurou a Seleção Nacional para os oitavos de final da competição.

Portugal mais superior durante grande parte do jogo?

“Sim, acho que sim. Entrámos muito bem no jogo, com muita rotatividade, mas sempre muito bem organizados, a reagir bem à perda a não permitir aqueles que eram os momentos importantes do Uruguai que era o ataque rápido e o contra-ataque. Eles entraram ali muito agressivos, a tentar assustar-nos, mas penso que não havia necessidade de terem feito isso naqueles primeiros minutos. A equipa reagiu muito bem, com muita confiança e sobriedade. E depois a partir de um determinado momento do jogo, muito bem a circular muito bem a bola e a levar o adversário para trás. Mas a partir dos 30 minutos – ao contrário do último jogo em que demos o salto para a frente -, trocámos muito cá trás, com o guarda-redes, os centrais… A equipa desmembrou-se e de repente começámos a jogar a dois [no meio-campo] e deixou-nos o lado esquerdo vazio. Criou-nos complicação. O João teve de baixar muito naquela zona e depois não conseguia aparecer na zona da área. Acabámos por ter alguma dificuldade e foi aí que eles até criaram algumas oportunidades de algum perigo. Disse aos jogadores ao intervalo que tínhamos de pegar no nosso jogo, trocando, jogando, aparecendo com confiança. Este é o nosso jogo e precisávamos de pegar. Houve algum cansaço, podiam ter entrado outros, mas são 26 e podem jogar todos. O importante é que ganhámos e ganhámos bem.”

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo