FC Porto

Comentador do Benfica Insulta o FC Porto

FC Porto foi eliminado em Lyon, pela equipa francesa e, no final do jogo

O FC Porto foi eliminado em Lyon, pela equipa francesa e, no final do jogo, houve ali uma pequena escaramuça junto aos bancos de suplentes. De acordo com Sérgio Conceição, o banco portista ouviu insultos “em bom português” e, segundo o jornal A Bola, alguns elementos do banco do Lyon já teriam entrado em provocações com o treinador portista, quando este treinava o Nantes.

No entanto, foi mais uma imagem nada bonita da parte do banco portista, como tem acontecido mais vezes. Reações a quente, que não ficam bem e que foram prontamente aproveitadas pelos rivais. João Braz Frade, antigo vice-presidente do Benfica troçou mesmo do comportamento mais agressivo do FC Porto, quando o resultado não é satisfatório.

“O banco do FC Porto avançou em defesa da pátria. Já tenho ouvido de tudo para justificar as entradas do banco do FC Porto mas esta ultrapassou todos [limites]. Foi em defesa da pátria. Acho lindamente. Eu acho que o banco do FC Porto não pode estar a seguir o mote do Sporting que é onde vai um vão todos”, gozou Braz Frade, que ainda disse que “quando se levanta um do banco do FC Porto vão todos a correr”.

Na opinião do comentador benfiquista, em declarações na CMTV, não é comparável com nada o que se passa com o banco do FC Porto, lembrando mesmo o caso de Rui Pedro Braz, quando se exaltou no jogo contra o Vizela. No entanto, Braz Frade lembra que foi um elemento e não todo o banco, como acontece com o rival portista. “O Rui Pedro Braz até disse umas coisas a um árbitro. Mas foi só ele. Não foi o banco todo atrás”, concluiu Braz Frade sobre o assunto.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo