Benfica

Benfica arrasa Canal 11 por causa dos títulos do Sporting

Benfica deixa mensagem ao Sporting

Na mais recente edição do jornal O Benfica, os encarnados apontam críticas ao Canal 11. Em causa está uma publicidade, que o Benfica considera ser “enganosa”, relativa ao “relógio comemorativo do 23º título do Sporting“.

As águias socorrem-se dos registos históricos para defender que os leões têm 19 títulos e não 23.

“Que se saiba, o palmarés oficial do campeonato, em consonância com os factos e o rigor histórico, determina, e bem, que o Sporting foi 19 vezes campeão nacional. Dirão as más-línguas que o assunto ganhou mediatismo no chamado ano do ‘dobro’, aquele em que o Benfica procurava o inédito tetra e passaria a ostentar, caso se sagrasse campeão duas vezes mais do que os 18 do vizinho da Segunda Circular“, referem.

O Benfica lembra o relatório da Federação Portuguesa de Futebol em que “constata-se que a Taça de Portugal é uma prova que, antes do início da temporada 1938/39 era denominada ‘Campeonato de Portugal‘”.

Defende então os encarnados que a FPF considerou que os campeonatos da liga passaram a ser considerados campeonatos nacionais, ao invés dos campeonatos de Portugal, tidos como Taça de Portugal.

As águias lembram que é possível verificar em “documentação do Congresso da Federação Portuguesa de Futebol em 1938”. “Há atas de reuniões da FPF e o troféu do Campeonato de Portugal e da Taça de Portugal é o mesmo”.

O Benfica recorda que tanto o FC Porto em 1934/35 como o próprio clube nos três anos seguintes “foram considerados pela imprensa e por todos os envolvidos, de dirigentes a adeptos, passando pelos jornalistas e jogadores, os campeões nacionais. Entendia-se que o campeão nacional era aquele que vencia o Campeonato da I Liga, e não o que ganhava o Campeonato de Portugal”.

Em jeito de conclusão, para o Benfica “pretender-se adulterar o palmarés é grave pelo que a mera intenção merece o mais veemente dos repúdios“. E, por isso, o clube da águia espera que “tão flagrante golpada” não seja concretizada.

“Como uns tolos incapazes de perceberem o que uns tantos iluminados querem, com pronunciado desrespeito pela verdade dos factos fazer valer no presente“.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo