Sporting

Aníbal Pinto ao ataque

‘vai descer de divisão’

Na noite desta segunda-feira, os ânimos estiveram animados no programa desportivo da CMTV. Não faltaram temas para debater, depois de um escaldante FC Porto – Sporting e já com o relatório do árbitro entregue, mas também um dia que ficou marcado por um novo escândalo de suspeitas sobre o Benfica.

Não faltava assunto em cima da mesa, mas ainda houve quem quisesse relacionar os dois temas grandes, dizendo que este caso Bruno Paixão e Benfica só saiu esta segunda-feira para ‘silenciar’ o que aconteceu no jogo do Dragão.

O que para Aníbal Pinto não faz sentido, uma vez que é muito mais grave a suspeita sobre o Benfica e possíveis consequências do que as zaragatas que aconteceram no Clássico. “Podia haver muitas explicações, mas essa não lembrava a um careca”, respondeu o comentador afeto ao FC Porto, de imediato, antes de argumentar sobre este caso de possível corrupção desportiva da parte do Benfica.

“Obviamente, estamos a falar de uma investigação que tem anos, o que é pena, mas a justiça tem os seus ‘timings’. Realmente, era suposto que esta investigação, e que começou com branqueamento de capitais e fraude fiscal, o que é gravíssimo para o Benfica, ou para qualquer identidade”, continuou o advogado Aníbal Pinto, antes de ser interrompido. “Em termos criminais, por exemplo, as penas são mais pesadas do que corrupção desportiva”, disse a jornalista Mariana Águas, com o acordo do advogado, que continuou.

“Obviamente que ao seguir o rasto do dinheiro, a Polícia Judiciária chega a um alegado crime ou a um indício de um crime de corrupção, que tem no que respeita à responsabilidade criminal, ela é enorme. No que respeita à responsabilidade desportiva e se for demonstrada esta corrupção, a consequência é só uma: é o Benfica descer de divisão. Doa a quem doer”, revelou o advogado e comentador portista, Aníbal Pinto na CMTV.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo